Autopeças faturam 5,1% a mais em agosto

g_noticia_24775

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No acumulado do ano, vendas se equiparam a igual período de 2015

O faturamento do setor de autopeças em agosto registrou importante alta de 5,1% sobre julho e de 15,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano as fabricantes faturaram apenas 0,36% a menos do que em iguais meses de 2015. Nestes oito meses as vendas para as montadoras recuaram 1,7%. As exportações diminuíram 2,2% em reais e 16% quando convertidas em dólares. O faturamento semelhante ao do mesmo período de 2015 foi possível pelo crescimento de 3,6% das vendas ao mercado de reposição.

Os números foram divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). Esses dados são elaborados a partir de pesquisa mensal feita com 64 empresas que representam 33,2% do faturamento total da indústria de autopeças no Brasil. As vendas intrassetoriais tiveram alta expressiva de 15,1%, mas estas têm pequena representatividade no faturamento do setor (por volta de 3,5% atualmente).

O Sindipeças recorda que as sucessivas quedas nas exportações fizeram com que a participação porcentual das montadoras no desempenho do setor aumentasse, mesmo com volume de vendas menor.

O emprego nacional no setor de autopeças acumula queda de 15,1% no confronto com os mesmos oito meses de 2015. O acompanhamento mensal do Sindipeças também revela que a capacidade ociosa continua elevada. Desde abril de 2016 ela registrava índices acima de 50%. Em agosto apontou 49,5%.

Fonte: Automotive Business