Começa maior encontro de profissionais antenados com o futuro da indústria no mundo

mecanica 2016

Série: Qual a vantagem de participar de uma feira de negócios para minha carreira?

Dando início ao futuro do setor industrial latino americano, começa hoje a 31ª Feira Internacional da MECÂNICA com a proposta de transformar os caminhos da indústria.  Mas antes mesmo que houvesse transformações nessas máquinas que serão apresentadas pelas 2.100 marcas nacionais e internacionais presentes no evento, foi preciso haver mudanças na mente humana!

Quando olhamos a magnificência dessas máquinas expostas no maior encontro do setor industrial da América Latina, a primeira palavra que vem à cabeça é “complexidade”, porém nenhum equipamento é mais enigmático que a mente humana. Afinal, foi essa máquina-humana que gerou diversas outras ferramentas e instrumentos existentes no mundo.

É de senso comum que: revolucionar mentes de homens e mulheres não foi tarefa tão simples, e que o conhecimento é e sempre será a base que move e muda o mundo. Então, pegando carona com a proposta transformadora do evento, apresentamos o primeiro episódio da série:Qual a vantagem de participar de uma feira de negócios para minha carreira?”. A série tem o objetivo de ensinar aos profissionais que ainda não fazem parte dos mais de 100 mil visitantes da Feira da MECÂNICA a olharem as feiras de negócios como uma oportunidade de conhecimento que traz benefícios incomparáveis para suas carreiras. A série será dividida em 4 episódios e todo conteúdo será desenvolvido com o olhar e a experiência dos próprios profissionais que estão aqui, no meio do pavilhão.

E para começar este primeiro, nada seria mais conveniente e estimulante que conversar com o próprio organizador do evento, o vice-presidente da organizadora da Feira da MECÂNICA (Reed Exhibitions Alcantara Machado), Paulo Octavio P. de Almeida.

O vice-presidente “P.O.” – como costumam chamá-lo -, é formado em Administração de Empresas pela PUC-SP com especialização em marketing e comércio exterior pela FGV-SP. Trabalha há mais de 25 anos na área de marketing, com atuações em empresas como: Unilever e o lançamento da marca Directv no Brasil. Nos últimos dez anos se desenvolveu na área de eventos. Primeiro como diretor comercial da T4F e depois na Dream Factory São Paulo. Junto ao grupo ABC ajudou a lançar a marca XYZ e ao lado do professor Marcos Cobra, da FGV, é coautor do livro “Marketing do Entretenimento”.

Além dessas competências P.O. ainda dá uma aula de como aproveitar as feiras de negócios na carreira de qualquer profissional. Quando o questionamos como esse tipo de evento tem o poder de influenciar o mercado e os profissionais que participam dessas mostras, ele foi claro: “Para quem participa de feiras de negócios elas funcionam como verdadeiras ‘janelas de inovação e networking’. As marcas dos eventos são referências nas carreiras destes profissionais, sejam eles engenheiros mecânicos, de produção, varejistas de material de construção ou qualquer outro segmento profissional. Existem depoimentos de profissionais que disseram ter escolhido uma profissão após terem visitado um evento desse porte”.

Como estamos tratando de experiências nesta série, não poderíamos deixar de perguntar como, particularmente, participar dessas mostras ajudou na ascensão da carreira do próprio P.O.

Trabalhar na organização de feiras de negócios é um grande desafio profissional para qualquer pessoa. Eu particularmente adoro pois além de ter que se envolver com aspectos técnicos de um evento (planejamento, riscos, licenças e autorizações, etc), também preciso ser um profissional muito curioso para entender as expectativas das pessoas que participam destes eventos. Precisa ter uma postura de serviço muito grande, pois o primeiro passo para o fracasso é querer organizar um evento pensando nas SUAS expectativas e nas SUAS necessidades. Daí não é evento, é festa!  Trabalhar em organização de eventos é querer trabalhar no backstage aonde as coisas acontecem com muito planejamento e são preparadas com muita antecedência. O profissional de eventos tem que preparar o terreno para outras pessoas “brilharem”.

Em resumo, as vantagens de visitar um evento de negócios vão além dos critérios e transações comercias, são oportunidades para quem não quer trabalhar com mesma rotina sempre, mas sim abrir a mente para as tendências do mercado. Hoje, as pessoas estão sempre lidando com os mais amplos tipos de adversidades: tempo, transito, telecomunicações, etc. São inúmeros os contratempos que não constam no checklist de um profissional, e os eventos existem para colaborar com a agenda e programação dessas pessoas, levando conhecimentos, criando relacionamentos, e, sem dúvida, mudando o comportamento do mercado perante aos desafios do mundo.

“Feiras de negócios sempre foram a aposta certa em tempos de incertezas”, Paulo Octavio P. de Almeida.

É com este pensamento visionário do vice-presidente da Feira da MECANICA que termina o primeiro episódio da série, mas não antes de convidá-lo para maior encontro de profissionais antenados com o futuro da indústria. Está acontecendo! Clique aqui e participe, o evento vai até sábado (21).

Próximos episódios:

– 5 dicas para otimizar a visita dos profissionais à feira da mecânica
– Feira da MECÂNICA: uma rede social profissional além das digitais

– Mais que um evento uma universidade para profissionais do setor industrial

Cobertura do evento:

Acompanhe também nosso Canal do Notícias com vídeos e informações sobre tudo que está acontecendo na feira.

*Texto produzido por Andressa Bezerra – Reed Exhibitions Alcantara Machado