Projeto ABAL Alumínio nas Escolas promoveu nove ações durante o mês de setembro

senai

Mais de 500 pessoas foram impactadas pelas iniciativas

Durante o mês de setembro, mais de 500 pessoas foram impactadas pelas ações promovidas pelo Projeto ABAL Alumínio nas Escolas, que visa disseminar o conhecimento, fomentar o ensino, a pesquisa e a inovação tecnológica do alumínio no meio acadêmico.

Na XXVIII Semana de Engenharia e Tecnologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, realizada entre os dias 13 e 14, Ayrton Filleti, Diretor Técnico da ABAL, Mauricio Born, Consultor Empresarial, e Luiz Alberto Lopes, da SPS Suprimentos para Siderurgia, ministraram um minicurso sobre a Reciclagem do Alumínio.

Outro minicurso, realizado dia 30 no VI Simpósio de Ciência e Tecnologia do CREA Minas Jr., também foi ministrado por Filleti, que apresentou uma visão panorâmica da indústria do alumínio, seus processos e produtos.

Duas visitas monitoradas foram promovidas no mês. Os alunos da UNISO (Universidade de Sorocaba) tiveram a oportunidade de visitar a unidade de produção da Wyda, indústria de embalagens, no dia 13. Já alunos do Mackenzie participaram da FESQUA (Feira Internacional de Esquadrias, Ferragens e Componentes) no dia 21, realizando visitas guiadas aos estandes das associadas ABAL e comparecendo à palestra técnica “Mercado e soluções sustentáveis do alumínio na arquitetura e na construção civil”, da Arquiteta Magda Reis.

O Módulo Alumínio do Curso de Extensão “Arquitetura e Construção: materiais, produtos e aplicações” da Universidade Presbiteriana Mackenzie foi ministrado entre os dias 19 e 22. Cintia Figueiredo e Walter Freitas, da ALCOA, José de Arimateia Nonatto, da Perfil Alumínio, e Magda Reis apresentaram materiais, produtos e aplicações do alumínio na Arquitetura e Construção Civil. Essa foi a 4° edição do curso realizado pela ABAL em parceria com outras quatro entidades de classe.

A palestra “Uma visão panorâmica da indústria do alumínio” foi ministrada por Ayrton Filleti no Instituto SENAI de Tecnologia em Metalmecânica, dia 27, e na Universidade de Tecnologia Federal do Paraná, dia 28. Por meio da modalidade Ensino a Distância, ainda foram realizadas as palestras “Fundamentos da corrosão do alumínio e suas ligas”, por Stephan Wolynec, professor do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da POLI/USP, no dia 1º, e “Alumínio para Embalagens”, por Luiz Henrique Ranchin, da Companhia Brasileira do Alumínio, no dia 20.

Fonte: ABAL