Sistema Detecta ganha 97 novas câmeras de monitoramento

O governador do Estado de São Paulo, Dr. Geraldo Alckmin anunciou a expansão do Sistema Detecta na sede do COPOM - Centro de Operações da Polícia Militar. Local: São Paulo/SP. Data: 18/10/2016. Foto: Alexandre Carvalho/A2img

Incorporação dos equipamentos acontece a partir de novembro

A partir de novembro deste ano, o Detecta, sistema de monitoramento inteligente implantado pelo Governo do Estado de São Paulo, vai incorporar mais 97 câmeras, instaladas pela prefeitura em todas as regiões da capital.

Desde a assinatura do convênio entre o Estado e a prefeitura, em julho passado, já foram integradas 178 câmeras de monitoramento das 900 que se pretende agregar ao sistema, de forma progressiva.

O anúncio da incorporação, bem como dos resultados obtidos nos últimos dois meses, foi feito pelo governador Geraldo Alckmin na terça-feira passada (18). “Estamos ampliando esse trabalho e todos os dias mais câmeras de vídeo estão sendo integradas”, disse.

“Antes era um arquipélago isolado e agora integramos todos os bancos de dados das polícias civil, científica e militar. O sistema é um ‘Big Data’ da polícia, extremamente eficiente”, afirmou Alckmin ao destacar as características do sistema e a sua ampliação.

De agosto passado até 17 de outubro deste ano, as câmeras com leitores de placa da prefeitura emitiram 12.023 alertas ao Copom (Centro de Operações da Polícia Militar). Como resultado, foram realizadas 539 prisões em flagrante, interceptados 402 veículos e apreendidas 22 armas de fogo.

Resultados

Alckmin também comentou o resultado da incorporação ao sistema das câmeras de vídeo, tanto do setor público como do setor privado, câmeras de rodovias estaduais, federais e municipais, além de órgãos do governo como a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) e DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

“Essas imagens passam pelo sistema de vídeo analítico de um software inteligente e trazem bons resultados. Não apenas com relação aos veículos, mas também elucidando e ajudando a prender sequestradores, fugitivos, estelionatários, enfim, um trabalho e uma ferramenta muito importante para a segurança Pública”, afirmou o governador, que também elogiou a postura dos policiais que trabalham com o sistema. “Não adianta ter uma boa tecnologia se não se tem uma polícia preparada para o serviço”, completou.

O Detecta

Muito mais que um sistema de monitoramento inteligente, o sistema Detecta é o maior Big Data (conjunto de informações armazenadas) da América Latina, que integra bancos de dados das polícias paulistas, como os registros de ocorrências, Fotocrim (banco de dados de criminosos com arquivo fotográfico), cadastro de pessoas procuradas e desaparecidas, dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), registro de veículos furtados, roubados e clonados.

Atualmente, 559 câmeras de videomonitoramento estão ligadas ao sistema Detecta no Estado. Desde a implantação, os alertas gerados pelo Detecta ajudaram as polícias a prender 2.419 pessoas, interceptar 1.631 veículos e apreender 134 armas de fogo.

Fonte: Revista Digital Security