Tag Archives: hospedagem

Os 10 destinos mais econômicos para conhecer em 2017

eua

“Navegar é preciso, viver não é preciso.” Por mais que a frase de Camões seja considerada bela, ela não pode ser levada ao pé da letra. Viajar, por mais que seja um desejo intrínseco dos aventureiros, nem sempre há os recursos financeiros necessários. Porém, o guia de viagens Lonely Planet divulgou uma lista com dez locais mais economicamente viáveis de serem visitados no próximo ano.

Confira a lista abaixo e economize!

1 – NEPAL

Se recuperando do terremoto que deixou cerca de oito mil mortos, o país oferece diversas opções de hospedagem acolhedoras, pois qualquer ajuda é considerada bem-vinda para as populações que tentam se reerguer. É claro que o destino também possui paisagens deslumbrantes e atrações que podem fazer você, leitor, sentir-se em um mundo completamente diferente.

2 – NAMÍBIA

O dólar da Namíbia vem se desvalorizando há muitos anos, tornando o momento propício para visitar o país africano. E mais: quem não deseja explorar este destino e voltar para casa com fotos como esta acima?

3 – PORTO, PORTUGAL

Deixando um pouco de lado o inusitado, um dos principais destinos portugueses é também o local que possui o melhor custo-benefício da Europa, muito por conta das muitas opções de linhas aéreas econômicas que operam no continente. Fora isso, as opções de hospedagem e alimentação também contam com preços acessíveis. Anote esta dica!

4 – VENEZA, ITÁLIA

Por mais que cause estranheza ver Veneza nessa lista, a presença dela é firmada porque muitos moradores da cidade abrem suas casas e/ou seus quartos para receberem turistas, tornando o preço de hospedagem muito mais acessível. Se você der sorte, é capaz até do anfitrião oferecer refeições caseiras. É economia na certa.

5 – DEBRECEN, HUNGRIA

A cidade está aberta para visitantes internacionais por meio de conexões com nada menos que sete países, através das linhas aéreas econômicas da Europa. Isso sem falar na beleza da região, repleta de prédios históricos e praças deslumbrantes.

6 – BELIZE

Acredite se quiser, mas a comida de rua deste país oferece ótimo custo-benefício. Para quem deseja curtir praias belíssimas e uma natureza fora de série, esta pode ser uma ótima opção econômica.

7 – MARROCOS

O Marrocos oferece um clima oriental e um comércio único, onde os comerciantes praticamente aceitam qualquer moeda. Se viajar com dólar ou euro na carteira, a possibilidade de fazer bons negócios é altíssima. Entre uma barganha e outra, vista roupas confortáveis e explore um dos países mais enigmáticos do planeta.

8 – RÚSSIA

Segundo o guia, o número de visitantes da Rússia tem aumentado consideravelmente, principalmente pelo câmbio favorável, se comparado a outras moedas tradicionais. As particularidades de um dos países com comandos mais controversos do mundo também atrai, em especial pela arquitetura.

9 – BELLARINE, AUSTRÁLIA

A região é considerada pacata e, claro, barata, por isso é muito desejada pelos habitantes de Melbourne. Aos turistas, vale a pena a escapada dos grandes centros para curtir uma região fora dos padrões, mas com belezas igualmente competitivas.

10 – PENÍNSULA SUPERIOR DO MICHIGAN, ESTADOS UNIDOS

Os preços são razoáveis, considerando que é um destino para quem vem do meio-Oeste. A região conta com vários faróis históricos, centenas de quilômetros de praias, lagos, as florestas mais velhas do país e cerca de 300 cachoeiras. Precisa de mais argumentos?

Fonte: Panrotas

Da cozinha ao banco de dados: as novidades das redes hoteleiras para eventos

default

Grandes marcas da hotelaria internacional têm inovado no setor de eventos. Durante o Imex America, que aconteceu em Las Vegas no mês passado, o site Skift apurou com grupos comerciais e executivos de marketing de redes como Marriott International, Hyatt Hotels, Hilton Worldwide e MGM Resorts International para aprender como as marcas globais estão desenvolvendo estratégias em torno de suas plataformas de reunião para 2017. Confira a seguir as principais apostas dessas redes.

MARRIOT INTERNATIONAL
A rede Marriott estabeleceu recentemente uma parceria com a LG Electronics para desenvolver um espaço para reuniões chamado LG Studio, no qual está disponível uma cozinha de serviço completo equipada com aparelhos LG.

A meta, de acordo com a rede, é recriar uma atmosfera de cozinha “caseira” dentro do espaço dedicado aos eventos, no qual os chefs podem preparar as refeições na frente dos participantes. O LG Studio, até o momento, funciona apenas no estabelecimento que funciona como um laboratório da rede, o Marriott M Beta Hotel em Charlotte, cidade localizada na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

HYATT HOTELS
De acordo com a reportagem do Skift, a rede Hyatt Hotels passou o último ano lançando sua nova iniciativa chamada Hyatt GEM (gestão da experiência do hóspede, em tradução livre) em seus hotéis full-service em todo o mundo. De acordo com o vice-presidente de vendas globais para as Américas do Hyatt, Gus Vonderheide, o programa oferece aos hotéis acesso a um banco de dados central, onde eles podem inserir informações sobre as preferências pessoais dos hóspedes.

A iniciativa já foi implantada em algumas das marcas de hotéis de luxo. O Hyatt, no entanto, tem buscado expandir a ação globalmente para personalizar a experiência do hóspede – e está incentivando todos os funcionários a participarem.

“É uma perspectiva inversa sobre como podemos fazer a diferença na vida dos nossos clientes ao descobrirmos maneiras colocar, com a tecnologia, um toque humano e ser mais envolvido”, afirma Vonderheide.

HILTON WORLDWIDE
Em 2013, a Hilton Worldwide lançou uma plataforma online chamada Conecct+ para reforçar reuniões e eventos face-to-face. Desde então, a rede continuou a lançar várias plataformas de conteúdo com temas específicos para reuniões. A mais recente delas é a iniciativa chamada Wow Makers, na qual são disponibilizadas dez gravações de voz com conteúdos inspiracionais. A estratégia gira em torno de façanhas de profissionais de eventos que organizaram programas de alto impacto em propriedade da rede Hilton, como uma forma de inspirar outros planejadores para pensar maior e de maneira mais ousada.

MGM RESORTS INTERNATIONAL
Em uma nova campanha mundial, a MGM Resorts International tem enfatizado ao seus funcionários a ideia de que a equipe deve se considerar parte do valor global da empresa em relação à experiência do hóspede – eliminando, assim, a imagem de meros fornecedores de serviços.

Os investimentos da rede também estão direcionados a um novo teatro, chamado Park Theater. Com capacidade para 5 mil lugares, o espaço, projetado para hospedar artistas em estadias longas, ficará localizado na propriedade de Monte Carlo e custará em torno de US$ 100 milhões.

Fonte: Panrotas Hotelaria

HotelQuando.com implanta sistema que abre portas de hotéis usando o celular

phone-958066-1280-1

Plataforma lançada no ano passado e notabilizada por oferecer produtos hoteleiros por curtos períodos de horas, o HotelQuando.com inicia 2017 com uma novidade. A partir de janeiro, os clientes da empresa poderão abrir a porta do quarto do hotel usando o celular. O projeto piloto será implementado em alguns hotéis de São Paulo.

“Nosso objetivo é entregar uma experiência ainda melhor ao hóspede que reserva um quarto de hotel por apenas algumas horas. Com esse modelo, ele não precisará passar pela recepção do hotel e poderá se dirigir diretamente ao quarto”, explica Max Campos, CEO e Cofundador da companhia.

A tecnologia prestes a ser implantada faz com que smartphones funcionem como “chaves virtuais” para portas, portões, catracas e afins. Para usá-la é preciso primeiro baixar o aplicativo, disponível para Android e iOS. Em seguida, é enviado um convite para o usuário, que permite que o aparelho abra as portas. A partir da autorização, feita também por meio do app, é estabelecida uma comunicação direta entre o hóspede e o hotel, sem intermediários.

O anfitrião usuário do sistema, nesse caso um hotel parceiro do HotelQuando.com, pode controlar em tempo real, pela internet, o acesso dos hóspedes aos quartos, permitindo que eles permaneçam em horários específicos, liberando o acesso na chegada e monitorando sua permanência durante todo o período da hospedagem.

O sistema tem três componentes principais: os smartphones em que são instalados o Magikey, os dispositivos nas portas e um software na nuvem que contém um banco de dados. Os dispositivos embarcados se conectam a esse aplicativo centralizado na nuvem e a interface dos usuários com o sistema é realizada por meio de dispositivos inteligentes.

“Não vamos cobrar qualquer valor do hotel para implementar a tecnologia. Dessa maneira, ele agrega ainda mais valor ao seu produto e na outra ponta, o HotelQuando oferece mais simplicidade e controle ao modelo de negócios, já que conseguimos ter o registro toda vez que o hóspede entrar ou sair do quarto”, diz Campos. “Além disso, queremos encantar nossos clientes com essa experiência incrível de usar o próprio celular como chave do quarto”, finaliza o executivo.
Serviço
hotelquando.com

Fonte: Hôtelier News

Google testa nova ferramenta para busca de hotéis; confira

default-1

De um mês para cá, o Google vem testando uma nova ferramenta de busca para hotéis, que centralizará todas as informações sobre os empreendimentos, elencando-os por ordem de preço e tipos de amenidades oferecidas. “A nova colocação de ofertas ficaria localizada acima do espaço de anúncio superior, e clicando nelas será possível encontrar, situados em um mapa, outros empreendimentos com qualificações similares nas proximidades”, comenta o CEO da Koddi (agência de marketing digital que desenvolve a plataforma), Nicholas Ward.

A nova ferramenta oferecerá um sistema de busca inteligente, que irá sugerir outras alternativas ao hotel procurado, caso elas apresentem boas avaliações, localização ou preço. A experiência poderá agregar tanto a hoteleiros como usuários, já que estes últimos ajudarão os anunciantes a longo prazo, informando-os sobre quais propriedades são recomendados como ofertas nas proximidades e permitindo que maximizem o volume de tráfego.

O Google também está testando um novo formato que reposiciona os anúncios de hotéis para o meio da tela, dando-lhe preferência sobre anúncios de texto.

Fonte: PANROTAS

Hotéis e tecnologia: o que é indispensável para o hóspede

default-1

Quando alguns hotéis perceberam que era necessário cabear a internet em suas edificações, já era tarde. Antes que os fios azuis conseguissem dar conta de tudo, os hospedes já vinham com uma nova demanda: a senha do wi-fi. Os mais adiantados até ofereciam, porém com um valor adicional a ser cobrado da estadia, o que muitas vezes gera insatisfação dos clientes.

É preciso sempre estar se reinventando e buscando se inserir nas atualizações tecnológicas para não se tornar um dinossauro da hotelaria – parado no tempo e sem condições de acompanhar as demandas dos próprios clientes.
Entre tantas coisas, é difícil prever o que vem por aí. Porém para alguns experts na área já é possível prever o que provavelmente deverá mudar na hotelaria. Para a especialista em finanças e economia Martha C. White, que escreveu um artigo sobre o assunto na Time Magazine, muitos itens antes considerados imprescindíveis em hotéis já são tidos como supérfluos e deverão desaparecer em breve.
Destacando a popularização da consciência ambiental, a troca diária de roupas de cama e até mesmo de toalhas poderá deixar de ser algo comum e obrigatório – ou mesmo parte das exigências dos clientes. Além disso, o serviço de quarto também tende a perder força. O The New York Hilton, por exemplo, extinguiu o serviço há três anos e muitas franquias low cost também já se adaptaram.
As prioridades da hotelaria, segundo uma matéria publicada pelo site hotelogix.com, são segurança de dados, mais tecnologia nos apartamentos e aumento da capacidade da internet.
Confira as principais tendências tecnológicas:
MAIOR FOCO EM PAGAMENTO E SEGURANÇA DE DADOS
Com o número crescente de crimes virtuais, as redes de hotelaria estão investindo mais pesado na segurança dos dados de clientes e nos pagamentos. Em comparação a 2015, o aumento do budgetpara esse setor foi de 25%.
APARTAMENTO “SMART”
TV LED, carregadores sem fio, docking stations, controle de luzes e temperatura automáticos. Essas são as demandas mais comuns do viajante millennial, que pede por apartamentos e espaços para eventos adaptados às novas tecnologias.
O Potting Hotel, em Hong Kong, por exemplo, oferece smartphones em todas as unidades habitacionais com dados gratuitos e chamadas internacionais para alguns países. Os hóspedes podem usar o celular para explorar a cidade durante sua estada.
BANDA LARGA
O wi-fi gratuito está deixando de ser tendência e se tornando necessidade de alguns hotéis. O desafio agora, porém, é ter uma banda larga capaz de suportar todos os dispositivos móveis de hóspedes e até mesmo de pessoas que usam o espaço para realização de eventos.

INTEGRAÇÃO MÓVEL
Os smartphones dos hóspedes podem oferecer facilidade na hospedagem, como servir de chave para o quarto, controle remoto para a TV, luzes e ar condicionado. Além disso, os celulares também podem ser utilizados para tornar a experiência dos clientes mais personalizada. Alguns hotéis da rede Starwood utilizam web beacons conectados na porta de entrada do lobby que detectam informações dos hóspedes, assim o concierge pode cumprimentá-los pelo nome.
Fonte: Panrotas