Tag Archives: midia

Guia do Salão do Automóvel de São Paulo 2016

salao-primeiro-dia2_src

De 10 a 20 de novembro: saiba tudo sobre ingressos, horários, como chegar e o que esperar

Quando

Realizado a cada 2 anos, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo abre para o público, neste ano, entre 10 e 20 de novembro. Isso inclui o feriado prolongado de 15 de Novembro, que é no mesmo fim de semana do GP Brasil de Fórmula 1. Confira a seguir os horários de visitação e as melhores datas para evitar a “muvuca”.

8 e 9/11 – Apresentação exclusiva à imprensa e convidados; acompanhe a cobertura do G1

10/11 – 14h às 22h (entrada até às 21h)

11/11 a 19/11 – 13h às 22h (entrada até às 21h)

20/11 – 11h às 19h (entrada até às 17h)

Os dias de semana têm público menor e ingressos mais baratos (veja a seguir).

O primeiro dia (10/11) costuma ser o menos cheio; mas os portões só abrem às 14h. De segunda a sexta, o salão funcionará das 13h às 22h (entrada até as 21h) e as tardes tendem a ter menos gente do que à noite, quando muitos fãs saem do trabalho e seguem para o evento.

Os fins de semana são os dias de maior público. Se não puder evitar, procure chegar na primeira hora após a abertura: quanto mais tarde, mais gente.

O primeiro fim de semana deve ser o mais lotado, pois que coincide com a realização do GP Brasil de Fórmula 1, em Interlagos, e também com o feriado prolongado de 15 de Novembro (que cai numa terça).

Fique atento: só é possível entrar até uma hora antes do horário de fechamento do salão. No último dia, esse limite vai até duas horas antes do encerramento.

Novo Local

Após 46 anos no pavilhão do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, a feira acontece pela 1ª vez no São Paulo Expo, na Zona Sul. Veja aqui como chegar.

O ESPAÇO: O São Paulo Expo fica no início (km 1,5) da Rodovia dos Imigrantes, na Zona Sul de São Paulo. O antigo Centro de Exposições Imigrantes foi reformado e ficou com uma área de 90 mil m² de pavilhão com ar-condicionado e 20 mil m² de área externa, onde haverá um espaço para test-drive – Chevrolet, Land Rover, Peugeot, Nissan e Volkswagen terão carros à disposição dos visitantes.

METRÔ: A partir da estação Jabaquara do Metrô (Linha Azul), onde também há um terminal rodoviário, haverá ônibus gratuitos para o salão. A distância até o local do evento é de 850 metros.

Aos sábados, domingos e no feriado prolongado de 15 de Novembro haverá transporte grátis saindo também da estação Santos-Imigrantes (Linha Verde). Os ônibus começarão a circular uma hora antes da abertura do salão até uma hora após o fechamento do evento.

TÁXIS E APLICATIVOS: A organização disponibilizará pontos de desembarque específicos para ônibus de caravanas, aplicativos de transporte individual e táxis.

BICICLETAS: Também haverá um bicicletário com capacidade para 200 bikes. O serviço é gratuito, mas o usuário precisa levar cadeado e corrente. Já o guarda-volumes próximo ao portão de saída do pavilhão custará R$ 15 (por acesso).

ÔNIBUS: Veja abaixo algumas linhas de ônibus com paradas nas proximidades:

5164-41 Vila Guarani (circular, passa pelos metrô Jabaquara e Conceição)

050 e 050EX1 – São Bernardo / São Paulo

051, 279 e 358 – Diadema / São Paulo

475R-10 – Term. Parq. D. Pedro II / Jd. São Savério

4742-10 – Metrô São Judas / Jd. Clímax

ESTACIONAMENTO: O São Paulo Expo dispõe de 5 mil vagas de estacionamento, sendo 4.500 cobertas, e acesso direto ao pavilhão por uma passarela.

PREÇOS (por período de 12h):

– carro: R$ 40

– vans: R$ 70

– motos: R$ 25

– micro-ônibus: R$ 120

– ônibus: R$ 160

Todas as cancelas de entrada para o estacionamento coberto possuem o serviço de pagamento eletrônico por leitura de tag, diz a organização.

WAZE: Em uma ação em conjunto com o aplicativo, será possível digitar “Salão do Automóvel 2016” e receber o melhor trajeto no momento até o evento.

Ingressos

Podem ser comprados antecipadamente, a partir de R$ 20 (meia-entrada) e R$ 40 (inteira). Alguns pacotes, com benefícios, podem chegar a R$ 300 por pessoa. A venda dos ingressos no site oficial do Salão do Automóvel ou pelo telefone 4003-5588 começou no dia último 1º de abril, com pagamento por meio de cartão de crédito e parcelamento em até 3 vezes. Cada CPF pode adquirir até 8 ingressos no valor inteiro.

PREÇOS 

Primeiro dia (10/11) – R$ 40 (meia-entrada: R$ 20)

Outros dias da semana – R$ 70 (meia-entrada: R$ 35)

Fim de semana, feriado e segunda-feira (14/11) – R$ 95 (meia-entrada: R$ 47,50)

Último dia (20/11) – R$ 70 (meia-entrada: R$ 35)

COM TAXAS Todas as compras feitas por meio da empresa oficial (Tickets For Fun), seja pelo site ou nos pontos de venda físicos, terão uma taxa de “conveniência” de 10% sobre valor dos ingressos. Além disso, quem quiser receber os bilhetes em casa pagará mais R$ 20 por pedido: imprima em casa os ingressos para não ter mais este custo.

SEM TAXAS: É possível comprar ingresso sem a taxa de conveniência no Citibank Hall SP até a véspera da abertura do salão (9/11). Ele fica na Av. das Nações Unidas, 17.955. Durante os dias do evento, pontos volantes distribuídos na área externa do São Paulo Expo também não cobrarão taxa e aceitarão pagamento via cartões de crédito, débito e dinheiro.

DESCONTOS: Quem segue a página do Salão de SP no Facebook pode ter acesso a descontos e promoções exclusivas. Mas para comprar antecipadamente é preciso se programar: os ingressos serão válidos apenas para o dia escolhido.

MEIA-ENTRADA: Estudantes, jovens de 15 a 29 anos pertencentes a famílias comprovadamente de baixa renda, idosos, aposentados pelo INSS e deficientes com acompanhante têm direito ao benefício. Diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares do quadro de apoio de escolas estaduais e municipais do estado de São Paulo também têm direito. Crianças pagam o valor integral.

INGRESSOS ESPECIAIS*

KIT VIP: Cada pacote inclui 1 voucher para estacionamento VIP e até 5 ingressos com entrada por portão especial e acesso ao “VIP Lounge”, o que inclui serviços de uma barbearia instalada no local. Nas compras até o dia 25/10, o cliente receberá um adesivo de acesso e ticket pré-impresso. Após essa data, deve retirar uma pulseira de identificação no local quando chegar.

PREÇO POR PESSOA: R$ 300

KIT FÃ: É composto por 1 ingresso, 1 camiseta oficial do evento, acesso ao “Lounge Fã” e entrada no evento por “catraca diferenciada”. Para receber o kit em casa, o visitante deve comprar pelo site até o dia 25 de outubro. O valor do frete será calculado de acordo com o CEP. Para compras realizadas após esta data, o kit deverá ser retirado no próprio local do evento. Cada pessoa pode comprar até 5 kits.

PREÇO POR PESSOA

Dia 10 de novembro: R$ 100

Dias 11,16,17 e 18: R$ 120

Dias 12, 13, 14, 15, 19 e 20: R$ 150

* os INGRESSOS ESPECIAIS (Kit Fã e VIP) têm quantidade limitada por dia e não estão sujeitos a descontos, gratuidades (meia-entrada) e outras promoções. Crianças de todas as idades também pagam o valor integral.

Atrações

Em 2016, o mercado voltou aos patamares de pelo 10 anos atrás em vendas e produção. Em meio ao cenário negativo, o número de expositores será menor do que em 2014. As maiores ausências são a sueca Volvo e a chinesa Jac Motors.
Ainda assim, muitas fabricantes não deixarão de apostar em novidades. Mais uma vez, os SUVs serão destaque, mas esta edição também terá importantes lançamentos entre as picapes e até uma generosa presença de superesportivos, ainda que apenas a passeio. Acompanhe toda a preparação para o Salão na página especial do G1.

Quer montar já uma lista dos seus favoritos? VEJA MAIS DE 40 CARROS QUE SERÃO DESTAQUE, entre eles, Audi R8, Chevrolet Camaro, Dodge Challenger Hellcat, Ford GT, Jaguar F-Type SVR, Grand Cherokee SRT, Evoque conversível e Nissan GT-R.

PARA EXPERIMENTAR: Algumas fabricantes oferecerão test-drive. A Volkswagen terá uma reta exclusiva para arrancadas com veículos equipados com motores turbo (TSI), além de um espaço dedicado para experimentar a Amarok. Os fãs de picapes ainda terão chance de andar na Chevrolet S10 e superar obstáculos com um Land Rover.

A Peugeot colocará o 208 GT e o 2008 em testes de aceleração, frenagem e slalom. Já a Nissan levará toda a sua linha, inclusive o recém-lançado Kicks. As senhas para os testes são limitadas, então é bom chegar cedo para garantir.

MAPA DO SALÃO: Para o visitante “se encontrar” nos 110 mil metros quadrados de área total do salão, os organizadores divulgaram um mapa do evento, apontando os estandes das marcas e a localização de banheiros, restaurantes, atendimento médico e outros serviços.BAIXE O MAPA e já se programe para ir direto nos estandes que te interessam.

O evento também tem um aplicativo, que pode ser baixado na App Store, da Apple, ou no Google Play, para smartphones com sistema Android. Por enquanto, ele tem apenas uma lista dos expositores e alguns evento já marcados. Quando o mapa dos estandes for incluído, pode valer a pena para se locomover com maior agilidade entre as marcas.

Viagem + F1

Realizado a cada 2 anos, o Salão Internacional do Automóvel atrai muitas visitantes de fora da cidade. A organização espera um público de cerca de 750 mil pessoas neste ano, repetindo o número de 2014. Mais uma vez, a feira coincide com o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que ocorre de 11 a 13 de novembro. Veja dicas para organizar a viagem e aproveitar a temporada “automobilística” na cidade.

DE AVIÃO: O Salão do Automóvel de São Paulo tem uma companhia aérea “oficial”, a Latam, que oferece descontos de 5% a 18% nas passagens, segundo os organizadores. Para ter o desconto, insira o código promocional 652952 no site da empresa aérea antes da compra.

O preço menor está sujeito à disponibilidade de assentos às regras/restrições específicas de cada tarifa, e é válido para embarque de 9/11/2016 a 20/11/2016, de qualquer cidade do país para São Paulo (ida e volta), informou a organização.

ACOMODAÇÕES: Os visitantes de fora de São Paulo terão diversas opções de hotéis próximos ao aeroporto de Congonhas, que fica a menos de 8 km do São Paulo Expo. A agência de viagens oficial oferece descontos de 10% a 25% em diárias de hotel, segundo os organizadores.

Mas, se você é adepto da economia compartilhada, a capital paulista tem milhares de quartos, apartamentos e casas cadastradas em sites como o AirBnb, com opções na Zona Sul a partir de R$ 38 por noite.

FÓRMULA 1: A penúltima etapa dos mundiais de pilotos e construtores será disputada nos dias 11, 12 e 13 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos variam de R$ 570 (setor G) a R$ 14.440 (Premium Paddock Club) e dão acesso aos 3 dias de evento.

O autódromo fica mais afastado do centro da cidade e a cerca de 14 km de distância do Salão do Automóvel. Por isto, pode ser mais interessante encontrar acomodação perto do São Paulo Expo e aproveitar melhor outras atrações da Zona Sul.

OUTRAS ATIVIDADES: A uma distância de apenas 1 km do São Paulo Expo está o Zoológico, que tem cerca de 400 espécies de animais em 4 km de ruas para serem percorridas a pé. Se você não quiser desapegar do carro por nem 1 minuto, logo ao lado fica o Zoo Safari, onde alguns bichos ficam soltos. É possível entrar com o carro (ou em vans disponíveis na entrada) e dar ração aos animais.

Os preços dos ingressos começam em R$ 10 no Zoo e R$ 12 por pessoa no Safari. Também ao lado do zoológico, o Jardim Botânico de São Paulo tem ingressos a partir de R$ 3 (estudantes). Para quem gosta de compras, o shopping mais próximo é o Plaza Sul, a apenas 3 km de distância.

DÚVIDAS GERAIS

Se perdeu ou foi furtado? Precisa de atendimento especial? Quer levar o papagaio da família? Tire outras dúvidas sobre o que pode e o que não pode no Salão do Automóvel de São Paulo 2016.

Posso tirar fotos dos carros? Sim, é permitido levar câmeras e celulares. Alguns modelos de luxo vão requerer mais paciência para chegar perto, tamanha a quantidade de fãs que atraem. Para proteger os carros, algumas marcas cercam esses veículos com cordas de isolamento.

Será permitido entrar nos carros? Isso varia de marca para marca. Em geral, modelos mais luxuosos costumam ficar fechados, às vezes isolados, ou a entrada só é permitida acompanhada de um expositor. Modelos mais populares costumam ser mais acessíveis.

Posso entrar com meu bicho de estimação? Não, é proibida a entrada de animais de quaisquer espécies ou portes, exceto o acesso de cães-guias, devidamente autorizados pela organização.

E quando a fome apertar? Na praça de alimentação, o visitante terá opções de lanchonetes e food trucks. Um restaurante fixo com 600 lugares também funcionará durante o evento, segundo a organização.

O lugar tem facilidades para pessoas com dificuldades de locomoção? Para os visitantes com necessidades especiais, a organização disponibiliza cadeiras de rodas motorizadas, área de estacionamento exclusiva, serviço preferencial para credenciamento, banheiros adaptados e rampas de acesso. As cadeiras de rodas precisam ser solicitadas na Sala de Segurança e estão sujeitas a disponibilidade.

E se eu precisar de atendimento médico de emergência? Uma unidade com recursos de pronto-atendimento será instalada próxima ao Portão 17 do São Paulo Expo. Durante o evento, uma equipe de médicos e enfermeiros ficará à disposição.

Se eu for furtado, a quem posso recorrer? O pavilhão tem uma sala de segurança para dar apoio em casos de furtos. O local também pode servir de ponto de encontro, caso não encontre seus amigos. Ali também estará o “achados e perdidos” durante a feira.

Fonte: G1

Máquinas na vitrine. Vem aí o Salão do Automóvel 2016!

1faf9e05a8be8890c965fc3485c0a369Parafraseando um antigo anúncio, o primeiro carro a gente nunca esquece. Nem o segundo, muito menos o terceiro… Apaixonados por carro, o brasileiro sabe apreciar uma bela máquina. No próximo mês, 30 montadoras apresentarão os automóveis mais belos, modernos e tecnologicamente avançados produzidos para desfilar pelas ruas em 2017. Serão 15 marcas e cerca de 35 modelos. E você poderá vê-los, tocá-los e até dar uma voltinha. Prepare-se que vem aí o Salão do Automóvel de São Paulo e descubra qual será o seu mais novo sonho dourado.

 

Continue lendo a matéria aqui!

Salão do Automóvel de São Paulo: veja mais de 40 destaques

salao-de-sp-montagem

Edição terá novamente muitas novidades entre SUVs.

Pela primeira vez, mostra será realizada no São Paulo Expo.

O Salão de São Paulo abre as portas para o público daqui um mês. Mas a edição de 2016 já pode ser considerada a mais importante em muitos anos. A começar pela nova casa, o São Paulo Expo, que promete mais conforto aos visitantes e expositores.

Do ponto de vista econômico, o salão pode dar ânimo ao consumidor brasileiro. Em 2016, o mercado voltou aos patamares de 10 anos atrás, considerando produção e vendas. Até por isso, as fabricantes não deixarão de apostar em novidades.

Ainda assim, o número de expositores será menor do que em 2014. As maiores ausências são a sueca Volvo e chinesa Jac – a primeira por estratégia global de só participar de 3 salões por ano e a segunda pelos altos investimentos que um salão exige.

O G1 listou mais de 40 modelos que estarão expostos no Salão Paulo Expo entre os dias 10 e 20 de novembro. Um “spoiler”: novamente, os SUVs serão destaque. Mas esta edição também terá importantes novidades entre as picapes e até uma generosa presença de superesportivos, ainda que apenas a passeio.

– AUDI

RS6 e RS7 Performance

Como fazer um sedã ou uma perua acelerarem praticamente lado a lado com uma Ferrari? Para a Audi, basta aprimorar um V8 biturbo, fazer ele render mais de 600 cavalos e dar o sobrenome Performance. Esta é a receita de RS 6 e RS 7 Performance, que vão de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos – contra 3,6 segundos da Ferrari California T. Leia mais

R8

Demorou, mas enfim a segunda geração do R8 chega ao Brasil. O superesportivo foi mostrado no Salão de Genebra de 2015, em março do ano passado. Mas, como a Audi do Brasil ainda tinha unidades da geração anterior em estoque, o desembarque do novo modelo atrasou. O R8 é um dos poucos carros no mundo a ser vendido com motor V10. Sob a tampa traseira, a unidade de 5.2 litros desenvolve 610 cv. Leia mais

– CHERY

Tiggo 2

A Chery mudou seus planos no Brasil de 2015 pra cá. Com isso, o principal produto no Salão de SP será o SUV compacto Tiggo 2. Este deve ser o nome escolhido para o utilitário que será produzido em Jacareí (SP) – a nomenclatura Tiggo 3X, como na China, está descartada. Na linha da chinesa, ele ficará abaixo do Tiggo atual. Leia mais

– CHEVROLET

Camaro

A nova geração do Camaro foi confirmada no Brasil há um ano. Mas só agora a empresa americana deu detalhes de como será a chegada do muscle. A versão escolhida foi a especial Fifty, alusiva aos 50 anos do esportivo. Ela será equipada com motor V8 de 455 cv e câmbio automático de oito marchas. O preço ainda é uma incógnita, mas certamente será mais alto do que os atuais R$ 230.990. Leia mais

Cruze Sport6

A GM já confirmou que o Cruze Sport6 manterá o nome na nova geração, e que ele também terá motor 1.4 turbo. Agora, só falta ele ser mostrado ao público brasileiro, o que irá acontecer no Salão. A Chevrolet promete um acerto mais esportivo do que no sedã, que prioriza o conforto. As vendas serão abertas no começo do ano que vem. Leia mais

Tracker

Antes mesmo de a GM anunciar, a organização do Salão confirmou a presença do Tracker reestilizado no São Paulo Expo, em novembro. O SUV compacto ganha cara nova, e deve receber também o motor 1.4 turbo que já equipa o sedã Cruze. Outra novidade que deve pintar é o multimídia MyLink de segunda geração, assim como o assistente pessoal OnStar. Leia mais

– CHRYSLER

Pacifica

Principal lançamento da marca no Salão de Detroit, em janeiro, a Pacifica é a nova geração da lendária Town & Country. O modelo só começa a ser vendido por aqui em 2017, mas já dá as caras no salão. Traz uma série de equipamentos interessantes, como abertura das portas laterais por movimento dos pés e possibilidade de “esconder” os assentos no assoalho, liberando espaço no porta-malas.

– CITROËN

Concept Aircross

Sem novidades reais para o consumidor, as novidades da Citroën serão 100% conceituais. A mais interessante delas, será o Concept Aircross, um SUV que aposta na tecnologia e na conectividade entre os passageiros. Ele possui 2 telas de 12 polegadas, sendo que uma pode ser compartilhada, alto-falantes e microfones nos assentos e câmeras embutidas para tirar e compartilhar fotos da viagem.

– DODGE

Challenger Hellcat

Este deve ser o veículo mais potente do Salão de São Paulo. Mas sua aparição no Brasil será quase tão rápida quando os 3 segundos que ele leva para acelerar de 0 a 100 km/h, já que ele não deve ser vendido por aqui tão cedo. Debaixo do enorme capô, há um – também enorme – V8 6.2 de 717 cv. Achou muito? Há uma chave extra, que libera “apenas” 500 cv. Leia mais

– FIAT

Toro 2.4

É um fato que a Toro equipada com motor 1.8 flex ficou mais esperta (ou menos lenta) do que o Jeep Renegade com a mesma motorização, mas ainda está longe de ser referência em desempenho. Para corrigir este problema, a Fiat irá oferecer uma nova opção para a linha. O propulsor escolhido é o 2.4 de 186 cv da família TigerShark, já usado em outros modelos nos EUA. As versões com esta motorização serão posicionadas entre o 1.8 flex e o 2.0 diesel, ou seja, na casa dos R$ 90 mil.

– FORD

Mustang

Se em 2014, quando o dólar não era tão alto e as vendas não eram tão baixas, o Mustang era uma realidade distante do Brasil, imagine em 2016. Mesmo assim, a Ford trará o “muscle” para o Salão de São Paulo. E em duas versões: a tradicional V8 premium, de 435 cv e a Shelby GT 350R, equipada com o V8 aspirado mais forte da marca, com 533 cv. Nem é preciso dizer que o Mustang estará por aqui só a passeio. Leia mais

GT

Outro modelo que vem a passeio ao Brasil é o GT. O superesportivo de nome icônico é dono de uma bela carroceria, e teve até “vestibular” para a venda das primeiras 300 unidades. Uma pena que nenhuma delas será destinada ao Brasil. O GT tem um moderno motor 3.5 EcoBoost, com mais de 600 cv. Leia mais

F-150 Raptor

A F-150, o veículo mais vendido dos Estados Unidos estará no Salão de São Paulo em sua versão mais “brava”, Raptor. Mas adivinha? A picape não tem chances de ser vendida por aqui. Mesmo assim, é uma das atrações da Ford. Veja

Ranger Wildtrack

Das novidades da Ford para São Paulo, a Ranger Wildtrack é a mais próxima de ser oferecida no Brasil. Trata-se de uma versão com visual aventureiro já vendida em mercados europeus e asiáticos. Tem detalhes exteriores em plástico cinza, uma opção de pintura laranja e bancos com um extravagante estofamento no mesmo tom. Traz motor 3.2 turbodiesel de 200 cv, assim como a Ranger já comercializada por aqui.

– HONDA

WR-V

A Honda obviamente não confirma, mas terá um grande lançamento no Salão de São Paulo. É o WR-V, utilitário compacto baseado no Fit, que será posicionado entre o monovolume e o HR-V. Com isso, a fabricante japonesa conseguirá concorrer em uma faixa maior no segmento de SUVs no Brasil. Vale lembrar que a liderança já é do HR-V. Leia mais

McLaren MP4-31

Os resultados no retorno da parceria histórica entre Honda e McLaren na temporada de 2015 da Fórmula 1 deixaram muita gente decepcionada. A escuderia inglesa foi a penúltima colocada no campeonato de construtores. Neste ano, os resultados ainda não animam, mas já houve evolução. Ainda assim, o público do Salão de SP poderá conhecer o MP4-31, bólido pilotado pelos campeões mundiais Fernando Alonso e Jenson Button.

– HYUNDAI

Creta

A Hyundai demorou, mas finalmente confirmou o lançamento do Creta no Salão de São Paulo, conforme informado pelo G1 em abril. O modelo inclusive deve ser um dos destaques da feira. Segundo a marca coreana, ele começa a ser produzido em Piracicaba (SP) no ano que vem. Será vendido com motor 1.6 de 128 cv do HB20, mas sua plataforma será a mesma do sedã Elantra. Leia mais

Tucson

O Brasil provavelmente será o único país do mundo a ter em linha três gerações do Tucson ao mesmo tempo. Isso porque a geração atual, lançada no ano passado, será vendida por aqui até o final do ano. Embora a Caoa, reponsável pela venda, não confirme, o lançamento será no salão. O carro inclusive roda em testes pelo país. Lá fora, ele é vendido com motor 1.6 turbo de 176 cv. Leia mais

Elantra

O sedã médio chega em nova geração. O desenho é o mesmo do modelo norte-americano, mas o conjunto mecânico segue sem mudanças. Segue o 2.0 aspirado de 167 cv. Com um visual rejuvenescido, o sedã chega em condições de brigar com outros modelos recém renovados, como Civic, Cruze e Sentra. Veja os preços

– JAGUAR

F-Type SVR

Versão ainda mais potente do cupê, a SVR é preparada pela divisão de projetos especiais da Jaguar. O motor V8 5.0 ganhou 25 cavalos, chegando aos 575 cv, e podendo atingir a máxima de 320 km/h. O preço? Podemos esperar algo acima dos R$ 800 mil. Leia mais

I-Type

Este modelo leva nome de carro de produção da Jaguar, mas é o bólido que irá representar a volta da Jag no automobilismo, no ano que vem, na Fórmula E, para monopostos elétricos. Sua unidade de potência desenvolve o equivalente a 270 cv. Apesar da aparente pouca potência, os carros da Fórmula E aceleram de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos.

– JEEP

Compass

Depois do sucesso do Renegade, a Jeep aposta suas fichas no “irmão” maior, Compass. O modelo foi lançado mundialmente para jornalistas no final de setembro, mas a primeira aparição pública dele será no Salão de São Paulo. Já com preços definidos, entre R$ 99.990 e R$ 149.990, brigará com Hyundai ix35, Kia Sportage e até os SUVs compactos premium, como BMW X1, Audi Q3 e Mercedes GLA. Leia mais

Grand Cherokee SRT

Um SUV que quer ser esportivo. Este é o Grand Cherokee SRT, a versão mais potente do utilitário. Tem motor V8 de 6.4 litros que despeja 481 cv nas quatro rodas e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 6 segundos. Para ajudar, traz controle de largada. Mas nem adianta se animar, afinal o SRT só está no Brasil a passeio.

Renegade

A linha 2017 do Renegade deve marcar a primeira mudança no SUV. Mas não espere grandes alterações. Na estética, sem novidades. A Jeep vai mexer onde o utilitário mais peca: no motor flex. O propulsor ainda será o 1.8 de origem Fiat, mas com as mudanças adotadas na picape Fiat Toro. A potência aumenta 7 cv, de 132 cv para 139 cv.

– KIA

Cerato

O modelo que promete dar sobrevida a Kia no Brasil chega renovado no Salão de São Paulo. O Cerato, atualmente importado da Coreia, começará a ser trazido do México, e poderá ser vendido no Brasil com uma carga de impostos mais leve. O sedã traz dianteira com nova grade e faróis espichados. O que não muda é o motor 1.6 de 128 cavalos, nem a transmissão automática de seis marchas.

Niro

Para quem esperava o SUV compacto KX3,a Kia trará ao Salão de São Paulo o Niro. Não está familiarizado? É um utilitário esportivo um pouco maior do que o Honda HR-V. Mas a grande sacada é que trata-se de um carro híbrido, com motor 1.6 de 103 cv a gasolina e um elétrico, de 43 cv. Somados, empurram o Niro com 146 cv. Não há confirmação de venda no Brasil, mas sem dúvida seria uma boa aposta em um segmento carente de opções, como o dos híbridos.

– LAND ROVER

Discovery

O novíssimo SUV da Land Rover fará uma “ponte aérea” entre Paris e São Paulo – menos de dois meses separam a mostra paulista da francesa, onde ele estreou. O novo Discovery abandona as linhas quadradas que o caracterizaram, e fica quase uma cópia em maior escala do Discovery Sport. O SUV traz uma série de novas tecnologias, como ajuste dos bancos por controle no celular ou tablet. Leia mais

Evoque conversível

Novembro marca um ano de lançamento do Evoque conversível. Mas só agora ele será mostrado ao público brasileiro. Ainda assim, após o início das vendas, deve ser figurinha rara nas ruas brasileiras. Para abrir a capota, são necessários 18 segundos. Para fechar, 21 segundos. O processo pode ser realizado com o carro em movimento a até 48 km/h. Leia mais

– LEXUS

LC 500h

O belo cupê híbrido da Lexus é mais um modelo que só virá ao Brasil a passeio. A marca de luxo da Toyota trará o LC 500 híbrido para demonstrar seu novo sistema, que consiste em um V6 de 3.5 litros de 299 cv e um motor elétrico, de 60,6 cv. Somados, despejam 360 cv. A transmissão é automática de 4 marchas. No modo mais econômico, o uso do motor elétrico dispensa as duas primeiras marchas do câmbio.

– LIFAN

X60

O X60 foi o carro chinês mais vendido do Brasil em 2015. Para este ano, a Lifan promoveu mudanças consideráveis no SUV.

Ele chega ao Salão literalmente de cara nova, com uma nova grade dianteira – de gosto duvidoso, é verdade. Também traz como novidade a opção de câmbio automático, no caso uma caixa do tipo CVT.

X80

O X80 é o maior “irmão” do X60, e vem ao Brasil para ser avaliado pelo público brasileiro. Isso porque a Lifan ainda não se decidiu pela venda do SUV grande no país. Caso venha, será o produto mais caro de sua linha – e possivelmente o chinês de maior valor de tabela. Na China, ele tem motor 2.0 turbo de 183 cv.

– MERCEDES-BENZ

C 43 Coupé

A versão mais “mansa” do Classe C preparado pela AMG chega no Salão trazendo motor V6 biturbo de 367 cv e o veloz câmbio automático de 9 marchas. Tem uma bela carroceria cupê de duas portas e custa R$ 397,9 mil.

Classe C Cabriolet

Além da versão cupê, o Classe C chega ao Brasil em uma inédita carroceria cabriolet, com a capota conversível. A nova opção conversível é baseada no cupê, e mantém as medidas básicas, de 4,69 m de comprimento e 2,84 m de entre-eixos. Leia mais

Classe E

O sedã mais tradicional da fabricante alemã desembarca em uma nova e tecnológica geração. Chega no Salão de São Paulo, ainda sem versões definidas. As mudanças visuais mais importantes estão na traseira, com lanternas em novo formato. Entre os aparatos tecnológico, traz uma grande tela, que forma conjunto do quadro de instrumentos com a central multimídia. Leia mais

– NISSAN

Frontier

A picape Frontier dividirá as atenções com o GT-R no estande da Nissan. Ela chega para, junto com a Volkswagen Amarok, completar a renovação das picapes médias no Brasil. Talvez por isso, a Frontier até teve o lançamento antecipado – a ideia era vender a picape renovada apenas em 2018. Deve trazer motor 2.3 de 190 cv a diesel. Leia mais

GT-R

Ao lado de Ford Mustang e Chevrolet Corvette, o Nissan GT-R faz parte do imaginário de muitos brasileiros. Mas, ao contrário das concorrentes americanos, a marca japonesa, não apenas confirmou, como já vende o “Godzilla” no Brasil, em configuração com motor V6 biturbo de 572 cv. Os pedidos são sob encomenda, ao custo de R$ 900 mil. Não tem toda esta quantia na conta? Você pode conhecer o superesportivo no Salão de São Paulo. Leia mais

– PEUGEOT

3008

A aparição em São Paulo servirá para avaliar a receptividade do público com o agora SUV. Isso porque, na geração que é vendida aqui atualmente, o modelo é, no máximo, um crossover, com vocação familiar. Se for “aprovado”, deve chegar no ano que vem, bem mais caro do que os R$ 118 mil da versão atual. Por outro lado, deve incorporar uma série de novas tecnologias. Leia mais

– PORSCHE

718 Cayman

O antigo Cayman ganhou o prefixo 718 assim como o conversível Boxster. Mais do que isso, na nova geração, há também novidades debaixo da tampa traseira. A partir de agora, o cupê será empurrado por um motor de 4 cilindros contrapostos de 2 litros sobrealimentado. A potência varia entre 300 cv e 350 cv, e o câmbio é o já conhecido PDK, de dupla embreagem e 7 marchas. Leia mais

Panamera

O sedã da Porsche foi totalmente renovado em junho deste ano. A estreia no Brasil será no Salão do Automóvel. Além do desenho renovado, há novos motores — um V6 de 440 cv na versão S e um V8 de 550 cv na Turbo. Destaque também para a transmissão automatizada PDK de segunda geração, de 8 marchas. Em conectividade, há uma enorme central multimídia com tela de 12,3 polegadas. Leia mais

– RAM

1500

Se você sempre quis ter uma picape da Ram, mas não tem habilitação para dirigir caminhões, seus problemas acabaram. A marca americana da FCA trará para o Salão do Automóvel a 1500, uma versão menor da grandalhona 2500. O modelo ainda é consideravelmente maior do que uma Toyota Hilux, por exemplo, mas pode ser guiado com a CNH do tipo B, para automóveis. As vendas começam apenas em 2017, na casa dos R$ 200 mil.

– RENAULT

Kwid

A Renault terá uma trinca de novidades para o Salão. A mais importante delas é também o menor dos modelos, o Kwid, que a Renault vai tentar vender como um mini SUV. O substituto do Clio chega com motor 1.0 de três cilindros e 75 cv. Terá airbags frontais (obrigatórios) e laterais de série em todas as versões. Concorrerá com Fiat Mobi e Volkswagen Up. Leia mais

Captur

Prometido há alguns anos, o Captur foi, enfim, confirmado para o Brasil. Caberá a ele ocupar o patamar acima do Duster, e concorrer diretamente com Honda HR-V e Jeep Renegade. Apesar de novidade, o Captur irá compartilhar plataforma com uma série de modelos, como o próprio Duster, além de Logan, Sandero e dos Nissan March, Versa e Kicks. Dos Nissan, inclusive, ele herda o motor 1.6 16V de 111 cv. A outra opção é o conhecido 2.0 da Renault, de 148 cv. Leia mais

Koleos

 O terceiro e maior SUV que a Renault planeja lançar no Brasil é o Koleos, que deve ocupar a mesma faixa de Hyundai ix35, Jeep Compass e Kia Sportage. O Koleos será vendido com motor 2.5 de 170 cv a gasolina, aliado a uma transmissão do tipo CVT. Leia mais

– SUZUKI

S-Cross

Rodando em testes pelo Brasil, o S-Cross é outro crossover que deve aparecer no estande da Suzuki no Salão de São Paulo. A informação foi confirmada por concessionárias da marca. As diferenças no visual são, em sua maioria, na dianteira. Há novos faróis e uma grade totalmente redesenhada, com 10 barras verticais, em vez das quatro horizontais. Na Europa, o novo S-Cross será oferecido com motores 1.0 e 1.4 turbo e 1.6 aspirado. Leia mais

Vitara

O SUV será o grande destaque da Suzuki no Salão de São Paulo. Menor do que Grand Vitara e S-Cross, o novo Vitara chega para brigar, em porte, com Jeep Renegade, Honda HR-V e Ford EcoSport. A Suzuki irá apostar na variedade de versões. Serão dois motores – 1.6 de 120 cv e 1.4 turbo, de 140 cv, duas transmissões, manual ou automática e tração dianteira ou integral. Veja preços e versões

– TOYOTA

C-HR conceito

A Toyota não está presente no segmento de maior ebulição do Brasil, o de SUVs compactos. Mas não é por falta de produto. O C-HR já foi mostrado no exterior, mas o mais próximo que os brasileiros terão é uma versão conceitual do modelo. Ele servirá como termômetro, e pode definir a venda da versão final em um futuro nem tão próximo. Leia mais

– VOLKSWAGEN

Amarok

Único modelo afetado pelo escândalo do diesel no Brasil, a Amarok teve o motor 2.0 turbodiesel substituído na Europa. A nova opção é um V6 de 3 litros, com diferentes níveis de potência entre 163 cv e 224 cv. A mudança veio acompanhada de um leve retoque no visual – com novos faróis. O interior ficou mais caprichado. Leia mais

Up

A concorrência pesada do Fiat Mobi e as recentes derrotas nas vendas mensais farão a Volkswagen se mexer. A resposta será imediata, com a primeira reestilização do Up. O subcompacto ganha novos para-choques dianteiro e traseiro, grade redesenhada e lanternas com novos grafismos. O bom conjunto mecânico será mantido, mas o carrinho deve ganhar mais equipamentos. Leia mais

Serviço:
Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2016
Data: De 10 a 20 de novembro
Local: São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes)
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 (850 m da estação Jabaquara do metrô)
Venda de ingressos: www.salaodoautomovel.com.br

Fonte: G1

A engenharia por trás da energia do Salão do Automóvel

sda_2014-4854

Estrutura e tecnologia empregadas na cogeração – energia elétrica e frio – seria suficiente para abastecer uma cidade com 15 mil habitantes

O maior evento automobilístico da América Latina e o quinto maior do mundo em número de visitantes, o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo está de endereço novo. A partir deste ano, o evento passa a ser realizado no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes, zona sul da cidade. Com a mudança, visitantes e expositores ganham em conforto e estrutura. O espaço de 90 mil metros quadrados, gerenciado pela GL Events, recebeu cerca de R$ 410 milhões em investimentos e conta com mais de 5 mil vagas de estacionamento, centro de convenções e salas modulares com divisórias acústicas.

Além disso, o Salão do Automóvel passa a oferecer um ambiente totalmente climatizado e, para isso, o São Paulo Expo buscou um parceiro estratégico para o planejamento e execução de uma das maiores iniciativas desse tipo na cidade. De acordo com José Carlos Felamingo, sócio-diretor da Union Rhac, empresa brasileira que há 25 anos atua em todas as vertentes que envolvem a geração distribuída de energia, a climatização do Salão do Automóvel já era bastante desejada pelo público frequentador e a Union Rhac realizou todo o planejamento de engenharia para que o objetivo fosse alcançado com sucesso.

Desta forma, a Union Rhac é responsável pelo projeto e instalação da usina de cogeração, fornecendo infra de energia elétrica e água gelada para o funcionamento dos equipamentos responsáveis pela climatização dos 90 mil m² de área construída do São Paulo Expo. O projeto de cogeração implementado pela empresa tem custo de R$ 24 milhões e consiste na geração de 6.000 kW de energia elétrica, através de três motogeradores a Gás Natural funcionando em paralelo com a concessionária local, totalizando 8.200 kW. Para se ter ideia da dimensão disso, os 8.200 kW cogerados são suficientes para abastecer uma cidade com 15 mil habitantes por um dia inteiro.

Segundo Felamingo, além da energia elétrica, serão geradas 5.520 TR (toneladas de refrigeração) de água gelada para climatização dos ambientes num dos maiores projetos desse tipo em São Paulo. “Parte dessas 5.520 toneladas de refrigeração vêm de chillers que absorvem o calor dos motogeradores (que fornecem a energia elétrica) e o transformam em água gelada”, diz o executivo.

A obra Union Rhac levará um total de nove meses para ficar pronta e toda a estrutura estará disponível a partir de outubro, sendo o Salão do Automóvel de São Paulo (de 10 a 20 de novembro) o primeiro grande evento a oferecer essa comodidade.

Sobre a Union Rhac

Empresa de engenharia especializada em geração, cogeração e chillers por absorção, a Union Rhac é formada por profissionais de engenharia com experiência em empreendimentos industriais e prediais, voltados para a eficientização, economia de energia e climatização. Amplamente habilitada a executar a capacitação técnica e de recursos de estudos de viabilidade técnico-econômico, elaboração de projetos e execução de sistemas de geração de energia elétrica a gás natural e biogás. A empresa dispõe de capacitação técnica e recursos para a elaboração de projetos e execução de obras que seguem padrões e normas internacionais trazendo a importantes obras alta tecnologia energética, eliminação de riscos de blecautes e grande economia para empresas dos setores industrial, comercial e de serviços aliado a contribuição ao meio ambiente. Com 25 anos de existência a Union Rhac contabiliza mais de 45 plantas de cogeração e geração realizando toda a engenharia e implantação de sistemas, podendo também operar e manter o projeto.

Fonte: Segs